CDCC deve ampliar espaço destinado aos museus científicos

PDF Imprimir E-mail

 

 

O Centro de Divulgação Científica e Cultural, CDCC, vinculado aos Institutos de Física e Química de São Carlos e à Pró-reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, deve ampliar seus museus de Ciência. O Centro já abriga espaços para mostras culturais, salas e laboratórios de ensino, museus de Física e Ecologia, além de uma biblioteca e um observatório astronômico (leia texto ao lado).

 

Com tanto a oferecer, recebe todos aqueles que se interessam pela ciência, mas focaliza suas atividades no público juvenil. “O jovem tem o espírito em formação, que pode ser entusiasmado com mais facilidade e é carente de conhecimento”, avalia o professor Antonio Aprigio da Silva Curvelo, diretor do Centro.

 

Particularmente para estudantes dos ensinos fundamental e médio, são desenvolvidas atividades como a produção de material instrucional. A Experimentoteca do Centro desenvolve e disponibiliza kits para que alunos e professores possam utilizá-los em sala de aula – os educadores interessados precisam fazer um agendamento no setor da Experimentoteca, que se compromete com a entrega e o recolhimento do material nas escolas.

 

Outra forma de auxílio à educação é o oferecimento de cursos de atualização, reciclagem ou de novas metodologias de ensino para professores. Um exemplo é o projeto Mão na Massa, em que esses profissionais são preparados para utilizar materiais didáticos destinados aos primeiros anos da escolarização.

 

Há ainda o atendimento ao estudante, que se dá através de visitas monitoradas, junto com os professores, ao próprio CDCC ou a locais de interesse pedagógico, como o Aterro Sanitário da cidade.

 

Os alunos também contam com uma biblioteca que é preparada para atendê-los. O acervo é adequado e o pessoal especializado orienta quem vai fazer trabalhos de pesquisa em livros ou na Internet. Para quem está com dificuldades no aprendizado de alguma disciplina, existem os plantões de dúvidas e os mini-cursos ministrados pelos monitores.

 

O CDCC também realiza anualmente a Olimpíada Regional de Ciências, que envolve participantes de São Carlos e cidades vizinhas: em uma primeira fase, alunos de 5ª a 7ª séries fazem desenhos e concorrem pela ilustração do cartaz de divulgação da Olimpíada. Em seguida, estudantes de 8ª série assistem a palestras sobre o tema escolhido para o evento e passam por provas que vão determinar quem é o vencedor. Este ano, o tema é Biomas.

 

Os museus também são usados por professores como ferramentas de ensino. No de Ecologia, mais contemplativo, os visitantes observam os animais e o ambiente em que estão inseridos.

 

No de Física, há maior participação do público. “Fazer o aluno interagir, muitas vezes brincar com o experimento, é uma forma de atrair sua atenção. Há sempre os casos em que alguém se entusiasma com a brincadeira, quer entender o experimento e até modificar sua proposta. Essa criança pode ser um futuro pesquisador”, afirma Aprigio.

 

Recentemente, um projeto para a expansão do espaço museológico do CDCC foi aprovado e, em breve, o visitante vai poder andar pelos seus jardins, sentir e entender a propagação do som e da luz, a questão das proporções, as ilusões de óptica e outros temas que devem aguçar a sua percepção.

 

 

Publicação Original: CBME InFormação Nº 4, de 01/06/2004

 
free pokerfree poker

Enquete

Como você avalia os recursos disponibilizados em nosso Portal?
 
    

EIC - Rua 9 de Julho, 1205, Cento, São Carlos - SP
Fone: (16)3373-9159 email: eic@ifsc.usp.br

Angular Tecnologias